História British

British Shorthair - História


British Shorthair é provavelmente uma das mais antigas raças de gatos catalogadas. Acredita-se que seus primeiros exemplares tenham chegado a Inglaterra por volta de 50 d.C. (depois de Cristo), quando o Império Romano dominava boa parte do planeta. Ao longo dos anos, por motivo do clima local, ele foi modificando sua pelagem.

Até ao século XVIII, desenvolveu-se naturalmente no Reino Unido, junto de quintas e nas ruas das cidades.

As características actualmente apresentadas pela raça tornaram-se marcantes a partir do século XIX, graças ao escritor Harrison William Weir.
Ele seleccionava os melhores exemplares que encontrava e promovia cruzamentos, aprimorando essa espécie.
Weir, que ficou conhecido como “The Father of the Cat Fancy” (o pai do gato chique), organizou, em 1871, o primeiro concurso de gatos na Inglaterra e foi o fundador e presidente do Clube Nacional de Gatos do país.
Naturalmente, o British Shorthair foi a grande estrela da competição.

Com a ascensão de exposições de gatos durante a Era Vitoriana, os apaixonados por gatos e pelas raças começaram a definir um padrão particular e especifico para cada uma das raças e em registá-los com os devidos pedigrees.
Nas primeiras exposições, os britânicos de pêlo curto eram os únicos gatos com pedigree que eram exibidos.
Todos os outros eram simplesmente apresentados pelo tipo de pelagem ou cor.

Duas guerras mundiais devastaram a raça, e poucos British Shorthair permaneceram após a Segunda Guerra Mundial.

Foi graças aos esforços reunidos de alguns criadores ingleses que a raça sobreviveu para se tornar uma das mais populares internacionalmente.

A raça foi originalmente reconhecida como Inglês Azul, pois era nessa cor que eram encontrados, contudo hoje em dia é criada em todas as cores sólidas e em numerosos padrões.

Poderá não se ter apercebido, mas provavelmente cresceu com o British Shorthair. Ele é o gato super inteligente de “Gato das Botas” e o gato sorrindente, o Cheshire de “Alice no País das Maravilhas”.

História e origem da cor
O criador britânico Norman Winder iniciou a derivação chinchillas nos British Shorthair no início de 1970. Ele fez um cruzamento da gata persa chinchila com o gato British Shorthair. O criador conseguiu um gato com um grande casaco chinchila do persa e a força dos britânicos. Sua experiência foi um sucesso completo: em 1973, Winder levou  o gato asua primeira exposição e foi apresentado como a denominação de uma nova raça “British Shorthair Silver Shaded”.
O Comité de Clubes de gatos em Inglaterra, reconheceu essa cor em 1980.

Atualmente, por causa da personalidade requintada  e da herança dos persas calmos e equilibrados por natureza natureza, o British Shorthair Shaded / Chinchilla tem muita procura em Inglaterra e noutros países da Europa, mais do que o mais conhecido British Shorthair, o Blue.

Eles são os dignos favoritos da raça e o orgulho de seus proprietários. Boas maneiras de britânico em seu sangue.

Depressa descobrirá sua sabedoria, inteligência inata, dedicação e bondade.
Gatos British não perdem a paciência com facilidade; eles são calmos e ainda muito brincalhões.
Share by: